quarta-feira, 13 de julho de 2011

Polícia da PB apreende dinheiro, armas e equipamentos para explosão de caixas

Dois acusados de envolvimento na última explosão de caixa eletrônico ocorrida na Paraíba foram presos poucas horas depois do crime. A ocorrência foi registrada às 3h20 da terça-feira (12) em Alagoinha, no Brejo paraibano, mas os suspeitos foram encontrados no município vizinho, em Mulungu. Com eles, a equipe do 4º Batalhão da Polícia Militar apreendeu R$ 7,9 mil em dinheiro e material usado pela quadrilha para ter acesso ao terminal de atendimento do banco Bradesco. Conforme a PMPB, quatro homens chegaram a Alagoinha em duas motocicletas e instalaram dinamites em um caixa eletrônico. Depois de explodir o equipamento, eles fugiram em direção à zona rural. A PMPB acionou equipes em Alagoinha, Cuitegi e Mulungu, além de tropas do Choque, da Rádio Patrulha e do Setor de Inteligência.
Dois envolvidos no crime foram encontrados: Manoel Messias Matias de Oliveira, 38 anos, e Elias dos Santos, de 42, conhecidos como 'Menininho' e 'Patola', ambos moradores de Alagoinha. A polícia suspeita que eles tenham dado apoio logístico para que os outros dois assaltantes fugissem.
Parte do dinheiro roubado foi recuperada. Além dos R$ 7,9 mil encontrados, a Polícia Militar encontrou uma espingarda calibre 32, um revólver calibre 38, 30 munições, duas chaves de fenda, uma placa de veículo adulterada, dois pés de cabra e um ferro de cova. Ainda foram apreendidos um balde contendo grampos adaptados que seriam utilizados para furar pneus de carros, possivelmente para impedir perseguições policiais, além de um binóculo com infravermelho e um uniforme camuflado do Exército brasileiro.
Os homens presos foram autuados em flagrante na delegacia de Polícia Civil de Mulungu pelo crime de furto qualificado. Eles foram transferidos para um presídio em Guarabira.

 Fonte: www.paraiba1.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário