terça-feira, 24 de julho de 2012

PM é executado dentro do próprio carro em João Pessoa

Um Polícia Militar foi assassinado no início da noite desta terça-feira (24), enquanto trafegava nas proximidades do viaduto 'Sonrisal', no bairro do José Américo em João Pessoa.
O cabo José de Arimatéria Andrade de 40 anos estava dirigindo seu veículo quando foi perseguido por dois homens que estavam em uma motocicleta.
A vítima foi atingida com três tiros, sendo um na nuca e dois no peito.
O policial ainda foi socorrido para o Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena mas não resistiu aos ferimentos e morreu.
Arimatéia era lotado no 5º Batalhão da Polícia Militar e estava locado na guarnição que integra a segurança do Presídio do Róger.



Fonte: portalcorreio.com.br 

sexta-feira, 20 de julho de 2012

Duas pessoas ficam feridas em acidente que derrubou passarela em BR 101

Um grave acidente foi registrado no início da noite desta quinta-feira (19), na BR-101, estrada que liga João Pessoa/PB à Recife/PE. Um caminhão do tipo caçamba bateu numa passarela e provocou o desmoronamento da via exclusiva para pedestres.
De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, o trânsito na localidade ficou interrompido, tendo em vista que a estrutura de concreto da passarela estava impedindo que os veículos transitassem pelos dois sentidos da rodovia.
O motorista da caçamba estava seguindo no sentido Recife/João Pessoa, quando a caçamba atingiu a passarela. O fato ocorreu por volta das 18h, próximo ao Conde.
Pelo menos duas pessoas ficaram feridas e foram socorridas para o Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena na Capital. A dupla estava trafegando pela BR-101 em uma motocicleta, quando perdeu o controle do veículo nas mediações do desmoronamento.
As vítimas foram encaminhadas ao Trauma por viaturas do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU) e do Corpo de Bombeiros.


Com informações do portalcorreio.com.br

quinta-feira, 19 de julho de 2012

Câmera registra ação de PMs em morte de empresário

Câmeras na região de Pinheiros, na Zona Oeste de São Paulo, registraram a perseguição policial que terminou com a morte do empresário Ricardo Prudente de Aquino, na noite desta quarta-feira (18). Uma delas flagrou o momento em que o veículo do empresário é interceptado por um carro da Polícia Militar. Não é possível visualizar, porém, o momento dos tiros por causa do farol alto do automóvel da vítima.
O subcomandante geral da PM, coronel Hudson Camilli, disse nesta quinta-feira (19) que a ação dos policiais foi "tecnicamente correta", porém sem "justificativa legal". Dois soldados e um cabo foram detidos por terem atirado contra o carro do empresário, que teria fugido de uma abordagem policial.
O coronel negou que a Polícia Militar tenha cometido erros sucessivos neste mês no estado de São Paulo ao ser questionado sobre casos recentes de mortes cometidas por PMs. Nesta madrugada, em Santos (SP), um carro foi atingido com mais de 25 tiros e um jovem morreu. Quatro policiais que participaram da ação foram presos em flagrante.
De acordo com o coronel, neste mês 47 pessoas foram mortas por policiais. Ele afirma que isso significa que 36% das abordagens com situações de confronto terminaram em mortes no estado. Tanto os três policiais que atuaram na ocorrência em São Paulo quanto os quatro de Santos são novatos: estão há menos de cinco anos na corporação. Ele disse que caso o processo administrativo mostre que eles fizeram o julgamento correto na ação, poderão não sofrer penalidades.
De acordo com o subcomandante, a fuga do empresário no momento da abordagem teria levado os policiais militares a imaginar que o motorista estava armado e portanto haveria ameaça à vida dos policiais.
“No aspecto técnico, a ação deles não pode ser criticada. A ação foi feita imaginando que haveria injusta agressão contra eles, mas o indivíduo não estava armado portanto existem reparos a serem feitos no aspecto legal. Não havia justificativa legal para a ação”, disse. Camilli afirmou que a reação dos policiais foi baseada em aspectos subjetivos. “É um momento crítico. O cidadão desobedeceu uma ordem legal da polícia e dali para frente qualquer circunstância é muito complicada”, argumentou. "Legalmente a postura foi inadequada, não atendeu aos pressupostos legais, de forma que eles [os policiais] estão sendo presos em flagrante."

Fonte: G1.com/SP


terça-feira, 17 de julho de 2012

PMSP confirma vírus em e-mail contendo orgia de policial

O Departamento Técnico do 6º Batalhão da Polícia Militar do Interior já está investigando o vazamento de uma mensagem contendo 13 montagens eróticas de uma policial militar participando de orgias. De acordo com o comandante interino do policiamento da Baixada Santista e Vale do Ribeira, Pedro Akui, uma investigação está sendo feita para identificar se houve ou não a participação de policiais militares na divulgação das fotos.
Segundo Akui, a mensagem realmente saiu dos computadores do batalhão de Santos, no litoral de São Paulo, O coronel explica, porém, que uma das máquinas poderia ter sido infectada por um vírus que acabou disparando o e-mail. "Estamos verificando o que aconteceu. O e-mail utilizado para o envio das fotos realmente é o nosso, porém não partiu de ninguém de Santos. A mensagem foi retransmitida pelos nossos computadores, por causa de um vírus. Não sabemos se foi intencional", explica.
O coronel afirma que a punição para o infrator será rígida. "Se for um policial que fez isso, ele vai responder um processo administrativo e criminalmente, podendo chegar a ser demitido da corporação e preso. Nossos técnicos estão verificando o que aconteceu para sabermos exatamente qual a origem desse e-mail", conta.
O e-mail com as fotos causou constrangimento na corporação. Akui acredita que as investigações revelarão a identidade do autor do crime. "Não há nem como julgar alguém que utiliza o anonimato para denegrir uma corporação que presta serviços para a comunidade. Além da corporação, o que está em jogo é o ser humano, a policial. Não tem como julgar isso", fala.



Fonte: Globo.com/g1

sexta-feira, 13 de julho de 2012

Base da PMSP é atacada, um suspeito foi morto em tiroteio

Uma base da Polícia Militar foi alvo de tiros no início da madrugada desta sexta-feira (13), na Avenida Alfredo Reimberg, em Parelheiros, na Zona Sul de São Paulo.
Um suspeito de participar do ataque foi baleado pela PM e morreu.
De acordo com a PM, três homens passaram atirando contra a base. Eles estavam em um carro roubado um Fiat Doblò. Os suspeitos fugiram por estradas de terra da região, mas acabaram encontrando os policiais a cerca de 5 km da base. Houve troca de tiros e um dos suspeitos foi atingido e morreu. Com ele foi encontrada uma arma.
Os outros dois homens conseguiram fugir a pé por matas da região. A polícia fez buscas durante a madrugada, mas não havia conseguido localizar os suspeitos até o início desta manhã. A arma de um deles foi encontrada. O carro usado pelos suspeitos foi abandonado em uma rua. Segundo a polícia, ele havia sido roubado há três dias.


Com informações do G1.com/SP

quarta-feira, 11 de julho de 2012

Adolescente é assassinada em frente a residência em João Pessoa

Uma adolescente de apenas 13 anos foi assassinada no início da noite desta terça-feira (10), no bairro de Mangabeira VIII em João Pessoa. Ela estava acompanhada de amigos em frente a uma residência quando foi baleada nas costas.
De acordo com informações do 5º Batalhão da Polícia Militar, a vítima foi identificada como Aline Queiroz Viana. Ainda não há informações da motivação do crime.
A polícia investiga o caso, porém ainda não tem pistas da autoria do crime. Testemunhas informaram que dois homens em uma motocicleta se aproximaram de Aline e um deles efetuou o tiro.
O caso está sendo acompanhado pelo 5º BPM e será registrado na Delegacia de Homicídio da Capital.

Fonte: portalcorreio.com.br

terça-feira, 10 de julho de 2012

Quatro PM's feridos em uma capotagem no ES

Quatro soldados ficaram feridos após um carro da Polícia Militar capotar na Avenida Vitória, na altura do bairro Jucutuquara, em Vitória, na noite desta segunda-feira (9). Eles foram socorridos e levados para o hospital São Lucas, na mesma região. A Polícia Militar não informou o motivo da capotagem, disse que um dos soldados teve ferimento na cabeça e todos passam bem.
O carro da polícia foi parar na calçada com as rodas para cima e quase atingiu uma árvore em frente ao Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes). Testemunhas disseram que o veículo seguia no sentido centro de Vitória.
O carro dos policiais estava na pista da esquerda e quando o motorista tentou ultrapassar um ônibus acabou perdendo o controle da direção.
“Só ouvi um barulho terrível e vi o carro capotando várias vezes. Depois disso só o barulho dos ferros se arrastando. Todos os policiais saíram andando do carro”, contou o técnico em mecânica Luiz Fernando Murtinho.

Fonte: Globo.com/ES

sexta-feira, 6 de julho de 2012

PM é encontrado morto na PB, polícia investiga suicídio ou homicídio


Um policial militar foi encontrado morto dentro de seu veículo, no bairro do Geisel, no município de João Pessoa. O crime aconteceu na noite desta quinta-feira (5) e está sendo considerado um mistério, pois a polícia trabalha com duas hipóteses: suicídio ou homicídio.
Por volta das 20h, o policial militar, Vital de 25 anos, pertencente ao grupo da Cavalaria da PM, foi encontrado morto dentro de seu veículo com um tiro no ouvido. A primeira versão do crime aponta um suposto suicídio, já que ele foi morto após discutir com sua esposa. Ele também sofria de transtorno bipolar e há várias semanas vinha discutindo com a esposa, durante as brigas ele mencionou que poderia se matar.
A outra versão do homicídio é de assassinato, pois a trajetória da bala não mostra que foi um suicídio. Peritos criminais desconfiam da versão, porque o tiro que matou o policial foi de um lado do ouvido, diferente do lado do vidro do veículo quebrado pela bala. Para aumentar ainda mais a suspeita, o revólver do PM tinha apenas um disparo. Familiares revelaram que o soldado tinha muitos inimigos. A esposa da vítima foi conduzida para delegacia de Homicídios para prestar esclarecimentos sobre o fato.

Fonte: portalcorreio.com.br

quarta-feira, 4 de julho de 2012

Incendio em HU no RJ causa uma morte

Um incêndio atingiu o Hospital Universitário Pedro Ernesto, em Vila Isabel, na Zona Norte do Rio de Janeiro, no início da manhã desta quarta-feira (4). As informações foram confirmadas pelo Corpo de Bombeiros. Segundo as primeiras informações da corporação, as chamas começaram no primeiro andar e atingiram o quarto e quinto andares.
O prédio incendiado, informou a assessoria, era uma construção nova, inaugurada há cerca de um ano. O fogo destruiu todo o material do hospital - medicamentos e materiais, como luvas e seringas.
Bombeiros de nove quartéis foram acionados para o local, totalizando oitenta bombeiros - Vila Isabel, Benfica, Tijuca, São Cristóvão, Caju, Central, Irajá, Nova Iguaçu e do Centro de Suprimento e Manutenção de Abastecimento e Lubrificação - foram acionados. De acordo com os bombeiros, a fumaça poderia ser vista do Alto da Boa Vista.


O hospital foi fechado e os funcionários que chegaram no início desta manhã ficaram do lado de fora, onde acompanharam o trabalho dos militares.
O incêndio foi controlado por volta das 7h10 desta quarta-feira pelo Corpo de Bombeiros. No entanto, segundo a corporação, por volta das 8h20, as equipes ainda combatiam alguns pequenos focos no interior da unidade.
Segundo a direção do hospital, as consultas que estavam marcadas para esta manhã foram suspensas. A remarcação das consultas será realizada a partir desta quinta-feira (5).
Pacientes foram retirados da unidade por medida de segurança. Algum deles foram removidos com a ajuda da escada magirus do Corpo de Bombeiros, outros foram atendidos do lado de fora.
O governador Sérgio Cabral informou que uma mulher morreu após inalar muita fumaça no incêndio que atingiu o HU, em Vila Isabel, na Zona Norte do Rio de Janeiro, na manhã desta quarta-feira (4). A vítima, que foi identificada oficialmente como Edenir Pereira, de 65 anos, tinha fibrose pulmonar e já estava em estágio terminal, segundo Cabral. Já o diretor do hospital, Rodolfo Acatalassu, disse que a paciente tinha um problema grave de pulmão e que a inalação de fumaça é uma das possibilidades para a morte da mulher.
O secretário de Saúde, Sérgio Côrtes, confirmou que 11 pacientes foram transferidos para outras unidades. Segundo ele, eram sete crianças que estavam na UTI Neonatal e quatro adultos que faziam quimioterapia.

Com informações do G1.com

terça-feira, 3 de julho de 2012

Acidente na BR 324 próximo a Salvador, 10 pessoas morrem

Dez pessoas morreram no acidente grave ocorrido no início da manhã desta terça-feira, na BR-324, região metropolitana de Salvador. Nove pessoas que viajavam em uma van morreram na hora, segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF). A 10ª vítima morreu após dar entrada no Hospital Geral do Estado, em Salvador. Outras quatro pessoas foram internadas na unidade de saúde - uma recebeu alta no final da manhã e outros três permaneciam internados.
O acidente ocorreu por volta das 5h15m, nas proximidades do município de Candeias, envolveu uma carreta com placa de Itaúna (MG) e uma van licenciada em Santo Amaro, na Bahia, que transportava 16 pessoas. A van bateu na traseira e saiu arrastando a lateral da carreta no km-591, no trecho do posto de combustível Laçador. Segundo familiares, os passageiros saíram da cidade de Saubara, a 91 km de Salvador.
O motorista da carreta saiu ileso do acidente. "Eu vinha na pista, na velocidade certa, quando ele chegou correndo demais. Eu só vi o impacto. Não sei o que aconteceu", diz o condutor Valdeci Luís da Cunha, que saiu do Recife (PE), com o veículo carregado de ferro, em direção ao município baiano de Simões Filho. Segundo a PRF, ele deve ser encaminhado para prestar depoimento na delegacia de Candeias, onde será aberto inquérito policial.
A colisão gerou congestionamento que passou dos 10km na BR-324, no sentido Salvador. Por volta das 9h50, o fluxo permanecia complicado na rodovia. As causas do acidente serão investigadas pela Polícia Rodoviária Federal.
A van envolvida no acidente na manhã desta terça-feira (3), na Bahia, circulava sem autorização da Agerba, agência que regula e fiscaliza os transportes no estado. Segundo o diretor executivo do órgão, Eduardo Pessoa, o proprietário do veículo solicitou vistoria junto à Agerba em setembro de 2011, mas a realização do procedimento foi negada porque a van não possuía requisitos para circular.



Com informações do G1.com/BA

segunda-feira, 2 de julho de 2012

02 de julho, Parabéns aos Bombeiros

Hoje comemoramos o dia nacional dos bombeiros, desejo a todos que fazem parte dessa instituição tão honrroza e confiável perante toda a sociedade, um feliz aniversário e parabéns por fazerem parte desse corpo de pessoas denominados "Bombeiros", que tanto fazem pelas pessoas salvando e colocando as vezes a própria vida em risco por outras.


Aproveitando esse dia, o Corpo de Bombeiros Militar da Paraíba entrega para sua corporação e população, veículos novos para uso de seus integrantes, sendo quatro ônibus, e quatro novas unidades de resgate integrada com auto-bombas para pequenos focos de incêndios.