quarta-feira, 6 de junho de 2012

Assassinos que esquartejaram mulheres na PB são presos antes de 24h do crime

A Polícia Militar da Paraíba acaba de prender cinco suspeitos de assassinar e esquartejar duas mulheres na madrugada desta quarta-feira (6), em João Pessoa. A ação aconteceu na comunidade Boa Esperança, no bairro do Cristo Redentor.
Os corpos foram encontrados esquartejados nesta madrugada na comunidade do Alvorada, no bairro dos Funcionários. De acordo com informações do comandante do 5º BPM, Coronel Lívio Delgado, os cinco suspeitos - sendo dois maiores e três adolescentes - foram detidos no meio da rua.
Segundo o comandante, um deles assumiu a autoria do crime, porém não revelou os motivos do crime. Ainda segundo Coronel Lívio, o crime de esquartejamento da semana passada nada tem a ver com o ocorrido nesta quarta.
O primeiro crime com esquartejamento aconteceu na noite da terça-feira (29), no bairro Funcionários I, em João Pessoa. Um homem suspeito de estupro foi assassinado e teve o corpo esquartejado.
Nas nádegas da vítima, os bandidos deixaram um bilhete afirmando: “Estuprador tem que morrer assim”.
Já na madrugada desta quarta-feira (6) duas mulheres foram assassinadas e esquartejas na comunidade Jardim Alvorada, a menos de 100 metros do primeiro local.
Segundo informações da polícia, as vítimas foram mortas a golpes de arma branca e uma das mulheres teve a boca costurada.
Uma das cabeças estava coberta com fita crepe. Dentro do saco os policiais encontraram um bilhete com a seguinte frase; "Deveu e não pagou, morreu".

A polícia atribui essas mortes a um presidiário, que segundo informações tinha um romance com uma delas, e ao saber que estava sendo traido, mandou de dentro do presídio executar as mulheres.
Também foram encontradas uma grande quantidade de drogas no local das prisões, onde servia de ponto de vendas para os criminosos.

Charles Everton ainda com informações do portalcorreio.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário