terça-feira, 8 de maio de 2012

Helicóptero da PC de GO cai em reconstituição de crime

Um helicóptero da Polícia Civil caiu na zona rural de Piranhas, a 30 km do centro, no interior de Goiás. A aeronave participava da reconstituição da chacina que ocorreu em Doverlândia no final de abril.
Segundo informações preliminares da Secretaria de Segurança Pública do Estado, haviam sete pessoas a bordo. Além de policiais e delegado, o helicóptero também levava o suspeito do crime. Não se sabe a razão do acidente.
Participam da operação de busca um helicóptero do Corpo de Bombeiros e viaturas das cidades próximas. Segundo o Delegado de Piranhas, Diogo Rincon, que esteve no local, foram encontrados dois corpos ainda não identificados. Viaturas permanecem na região do acidente desde as 17h e outros dez carros da Polícia Civil se dirigem ao local. Não existem informações sobre outras vítimas. Os trabalhos de busca vão continuar durante a noite.
O superintendente da Polícia Judiciária em Goiás, o delegado Antônio Gonçalves, e o delegado de Doverlândia, Vinícius da Silva, estavam responsáveis por conduzir o segundo dia dos trabalhos de reprodução simulada dos fatos. Na primeira parte da reconstituição, realizada na última quinta-feira (3) com a coordenação da delegada-geral de Polícia Civil, Adriana Accorsi, os investigadores teatralizaram, com ajuda de dublês, as duas primeiras mortes: do proprietário da fazenda e do filho dele, mortos dentro da casa.
Nesta terça, a polícia decidiu usar manequins para representar as cinco vítimas mortas na área externa da propriedade. Segundo Antônio Gonçalves, o mudança tem como objetivo facilitar os trabalhos. "Nestas cenas, os corpos serão arrastados no pasto. Com manequins fica mais fácil", explicou o delegado.
Com informações do ig.com.br e globo.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário