quinta-feira, 10 de maio de 2012

Estelionatário da PB é preso em flagrante no CE

Um homem de 59 anos, natural da Paraíba, foi preso e autuado em flagrante na tarde desta quinta-feira (10), em Fortaleza, suspeito de aplicar golpes financeiros contra instituições financeiras e clientes, segundo o delegado Jaime de Paula, titular da Delegacia de Defraudações e Falsificações. De acordo com o delegado, o homem usava nome falso, com o qual abriu três empresas, contas bancárias e usava cheques para pagar fornecedores.
O delegado explicou que as investigações ainda estão em curso e que, por isso, ainda não há o montante do golpe em valores. Mas ele adiantou que em pelo menos um banco, há um golpe de R$ 200 mil. O suspeito abriu três empresas sendo uma de material de construção, uma confecção e outra de móveis e eletrodomésticos no Bairro Jardim Iracema. "A gente vai investigar agora como foi a constituição das empresas", disse o delegado.
O suspeito está detido na delegacia de defraudações à disposição da Justiça. Ele foi autuado em flagrante e, segundo o delegado, vai responder por estelionato, falsificação de documentos e falsidade ideológica. Jaime de Paula explicou que a polícia investiga o homem desde o dia 9 de abril, quando as denúncias de pessoas que receberam cheques das empresas do suspeito. Ele foi preso no Bairro Montese, em Fortaleza, por volta de 14h30, quando se dirigia ao banco.
Para o crime de estelionato, obter vantagem ilícita para si ou para terceiros, a pena varia de um a cinco anos de reclusão e multa. A falsidade ideológica é omitir, em documento público ou particular, declaração falsa ou diversa da que devia ser escrita, com o fim de prejudicar direito. A pena prevista é de reclusão, de um a cinco anos, e multa, se o documento é público, e reclusão de um a três anos, e multa, se o documento é particular.

Com informações do G1.com/CE

Nenhum comentário:

Postar um comentário