sábado, 28 de abril de 2012

PM se entrega após matar três em hospital no SE

O tenente da Polícia Militar apontado como autor dos disparos que resultou na morte de três pessoas dentro do Hospital de Urgências de Sergipe (Huse) se apresentou à polícia por volta das 15h deste sábado (28).  De acordo com informações da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), a delegada Theresa Simony Nunes Silva já está ouvindo o depoimento do suspeito e do irmão dele, outro PM.
Um sobrinho e outro irmão do suspeito foram presos em flagrante no final da noite de sexta-feira (27). Eles são suspeitos de envolvimento no triplo homicídio. Leia na íntegra a nota oficial da SSP: "O tenente da Polícia Militar, Genilson Alves de Souza, e seu irmão, Jean Alves de Souza, que é soldado da PM, se apresentaram espontâneamente no início da tarde deste sábado, 28, na sede do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). O oficial será interrogado e qualificado após o registro de um triplo homicídio ocorrido na noite desta sexta-feira, 27, nas instalações do Hospital de Urgência de Sergipe (HUSE). O soldado também prestará depoimento. Os policiais militares chegaram à sede do DHPP acompanhados de um advodado. Eles estão sendo ouvidos pela diretora do DHPP, delegada Thereza Simony. De acordo com a delegada Theresa, após o interrogatório e qualificação, o oficial da PM será indiciado pelo triplo homicídio registrado na noite de ontem. O seu irmão poderá ser, também, indiciado, se for comprovado que contribuiu com as execuções.
Até o momento, foi apurado que o oficial Genilson é o autor de três dos assassinatos. Antes, o irmão dele, Jailson Alves de Souza, teria se envolvido num tiroteio na avenida Santa Gleide, bairro São Carlos, quando foi alvejado por Adalberto Santos Silva, também atingido gravemente. Dois outros homens que estavam no local também ficaram feridos e foram igualmente levados para o Huse. Os dois, identificados como Márcio Alves dos Santos e Cleidson dos Santos, estavam sendo atendidos juntamente com Jailson e Adalberto.
Quando o irmão do policial militar faleceu, Genilson se desesperou. A partir deste momento, segundo depoimentos de outros pacientes e de funcionários do hospital, o oficial, que estava à paisana, fez diversos disparos contra os outros três feridos e depois fugiu do local. Ele estaria acompanhado de mais um ou dois outros homens. Vigilantes da unidade e PMs que estavam acompanhando o caso tentaram contê-los ainda dentro do prédio, mas evitaram confronto para que mais pessoas não fossem feridas por tiros".

Com informações do G1.com/SE

sexta-feira, 27 de abril de 2012

Falso PC é preso em Pilar-AL pela PRF

Agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) prenderam, na noite de ontem (26), durante fiscalização na BR 316, em Pilar/AL, o taxista osé Rudes Titara de Lima, de 53 anos de idade, que tentou-se passar por policial civil. Ele ainda estava em uma motocicleta cuja placa era de outro veículo.
A abordagem à moto Yamaha YBR125, conduzida pelo taxista, ocorreu no km 254, da BR 316. No momento da fiscalização, o motociclista apresentou uma carteira de policial civil na qual havia um carimbo escrito “cópia”. Ao ser questionado sobre a original, o suspeito disse não possuía e que trabalhava em Arapiraca.
Os agentes checaram as informações com a Polícia Civil do Estado (PC/AL) e constataram que os dados eram falsos. Ao verificarem também a numeração do chassi da motocicleta, descobriram que ela nunca havia sido emplacada e que a placa com a qual estava circulando era de uma moto de outra marca e modelo, sem qualquer restrição.
Depois de desmascarado, o falso policial civil foi preso por uso de documento falso e por adulteração de sinal identificador de veículo e foi encaminhado para a Central de Polícia em Maceió/AL. Durante depoimento na delegacia, o acusado confessou que já foi detido por uso de documento falso e que já responde a processo criminal pelo mesmo crime.

Com informações do tribunahoje.com

quinta-feira, 26 de abril de 2012

Médicos de 5 estados são indiciados pela PF

A Polícia Federal indiciou nesta quinta-feira (26) 55 pessoas, entre elas 43 médicos, suspeitos de comércio ilegal de botox em Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Piauí e São Paulo. Os demais indiciados são quatro distribuidores e oito comerciantes. Todos devem responder por crime contra a saúde pública e contra a ordem tributária, e a maioria também por crime de contrabando.
Na última sexta-feira, após 17 dias de Operação Narke, a PF em Pernambuco concluiu o inquérito contra a comercialização clandestina da toxina botulínica do tipo A, contrabandeada para o Brasil e, assim, sem fiscalização ou autorização de uso pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).
Além da aplicação estética, a toxina também é utilizada de forma terapêutica, inclusive para tratamento de disfunções neurológicas e motoras, sendo classificada pela Anvisa como medicamento e objeto de inúmeras licitações para aplicação em hospitais da rede pública.
A operação Narke também frustrou a venda de produtos médicos como metacrilato, cânulas e próteses de silicone, revendidos por estabelecimentos sem alvará sanitário.
As investigações apontaram que esses produtos eram adquiridos pelos médicos ou por indicação deles em estabelecimentos desprovidos de qualquer licença dos órgãos de vigilância, sem qualquer condição de armazenamento.
A entrada do produto no País se dava de duas formas: a primeira, executada por empresários que praticavam eles mesmos o contrabando, em típico comportamento de "mula" (viagens frequentes, para o mesmo itinerário e por poucos dias); o segundo modo, mais complexo, envolvia misturar ou confundir a toxina com cargas de importação lícitas. A identificação da origem do medicamento contrabandeado para o Brasil somente poderá ser confirmada após o laudo ainda não finalizado. A PF apreendeu diversos produtos ilegais no cumprimento dos mandados de busca e apreensão e nas prisões em flagrante no curso das investigações. Foram ouvidas cerca de 80 pessoas, entre médicos, pacientes e outras testemunhas.
A representação pede que seja informado ao Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe) ao Conselho Federal de Medicina (no caso dos médicos de outros Estados) para que os médicos sejam responsabilizados também na esfera administrativa e ética. Outros médicos devem ser intimados, já que análise do material apreendido na casa dos alvos da investigação indica haver outros clientes da toxina clandestina ou do metacrilato comercializados ilegalmente.

Com informações do portalcorreio.com.br

terça-feira, 24 de abril de 2012

Jovens desaparecidos são encontrados na BA

O coronel da Polícia Militar Ivanildo Silva afirmou, na noite desta terça-feira (24), que o carro dos jovens desaparecidos foi encontrado nas proximidades do rio Mucuri, na Bahia, próximo a divisa do Espírito Santo. De acordo com o coronel, quatro corpos foram localizados dentro do carro - um foi encontrado próximo ao veículo e não foi identificado.
As primeiras informações apontam que o carro está parcialmente dentro do rio, mas que foi possível identificar o veículo pela placa. Segundo o coronel, a área está sendo isolada para perícia. Silva afirmou que ainda não é possível confirmar se os jovens sofreram um acidente ou se foram vítimas de um crime.
A equipe da Caema está no local auxilixando a retirada do veículo. O tenente-coronel Ivanildo Silva, que responsável pela operação informou que a maior dificuldade é retirar o equipamento nesta noite. "A maior dificuldade é retirar o carro agora à noite. Estamos verificando a possibilidade de retirada com a segurança da equipe, já que estamos em uma localidade próximo a uma ribanceira", afirmou. Ele disse ainda que não há informações sobre o que causou o acidente. "Somente a perícia para informar o que de fato aconteceu com o carro. Estamos trabalhando com a hipótese de acidente automobilístico, mas isso só a perícia que irá confirmar após retirada do veículo".
O carro teria sido encontrado por um homem que passeava com o cachorro pela região. O coronel disse que a polícia chegou ao local onde o carro está por volta das 19h.
Os estudantes desaparecidos na sexta são: Amanda Oliveira, 22 anos, Izadora Ribeiro, 21, Marllonn Amaral, 21, Rosaflor Oliveira, 24, e André Galão, 28 anos.
Eles sumiram após saírem de São Mateus, no norte do Espírito Santo, com destino a Prado, na Bahia. Eles viajavam para a casa dos pais de Izadora, onde iriam participar de uma festa de aniversário da mãe da jovem, no último sábado (21).
De acordo com a Polícia Civil, eles foram vistos, pela última vez, em um posto de combustível na cidade baiana de Itabatã.
Mais cedo, a Secretaria de Segurança Pública do Espírito Santo voltou atrás no caso dos cinco jovens desaparecidos. Após informar que os corpos haviam sido encontrados, a pasta voltou atrás e afirmou que havia apenas confirmado a denúncia repassada pela polícia da Bahia de que haveria, na BR 418, um carro abandonado com pessoas mortas dentro.

Charles Everton ainda com informações do R7.com

segunda-feira, 23 de abril de 2012

Homem é preso por acusação de triplo homicídio na PB


Um dia após ter ocorrido um triplo homicídio no bairro de Valentina de Figueiredo em João Pessoa - PB, um jovem foi preso na tarde desta segunda-feira (23), sendo o principal suspeito de ter praticado os crimes.
Ítalo Anderson Martins da Silva de 19 anos foi detido após investigação de policiais do 5º Batalhão da Polícia Militar. De acordo com o major Pablo Nascimento, com o suspeito foi apreendido um revólver calibre 38 e várias munições. Três menores e um jovem foram apreendidos para averiguação. Todos estavam em uma residência no bairro de Mangabeira VIII, para onde Ítalo havia se mudado há pouco tempo.
“Ele sabia que estava sendo investigado”, afirmou o major. Para o coronel Lívio Delgado, comandante do 5º BPM, a rápida ação da policial no caso demonstra o entusiasmo da corporação em combater a criminalidade.
Ítalo Anderson é apontado como autor do triplo homicídio ocorrido na comunidade ‘Sonho Meu’ no bairro do Valentina Figueiredo, por volta das 11h30 de ontem (22). Na ocasião, dois jovens morreram no local e um foi socorrido para o Hospital de Trauma da Capital, mas não resistiu e morreu na manhã desta segunda-feira.

Ainda com informações do portalcorreio.com.br

sexta-feira, 20 de abril de 2012

PF investiga carros roubados levados para Bolívia

Nos últimos três anos, a Polícia Federal já apreendeu cerca de seis toneladas de maconha que seriam levadas para favelas do Rio de Janeiro. Em muitos casos, os agentes descobriram que a droga vinha da Bolívia, em troca de carros roubados no Rio.
Mais de 2.700 veículos foram roubados no Rio nos primeiros três meses do ano. Mais de 20% a mais do que no mesmo período do ano passado. Em 2011, o governo da Bolívia aprovou uma lei que legalizava veículos irregulares, com o pagamento de uma taxa de pouco mais que R$ 5 mil.
“Eventualmente, o traficante está descapitalizado e necessita ou roubar o carro ou utilizar o seu próprio carro para utilizar como moeda de troca para a aquisição de droga”, explicou João Luiz Caetano, delegado da PF.
A medida fez com que o Brasil mandasse uma lista com dados de veículos roubados. Nesta sexta-feira (20), a Federação Nacional das Seguradoras informou que 160 carros que tinham seguro serão trazidos de volta, em maio.
Ainda nesta sexta, três homens foram presos na BR-040, altura de Duque de Caxias. De acordo com os investigadores, a droga iria para o Morro do Dendê, na Ilha do Governador.

Com unformações do G1.com/RJ

quinta-feira, 19 de abril de 2012

PM acusado de homicídio vai a juri popular na PB

A Câmara Criminal do Tribunal de Justiça da Paraíba, em sessão realizada na tarde desta terça-feira(17), em harmonia com o parecer ministerial deu provimento, à unanimidade, ao apelo determinando que o réu Severino dos Ramos Leite da Silva, conhecido como "Cabo Leite" acusado de homicídio qualificado, vá a juri popular. O relator do processo de nº 029.2008.000427-7/2 é o desembargador Joás de Brito Pereira Filho.
De acordo com o relator, os indícios existem e são suficientes para justificar a remessa do feito ao julgamento pelos juízes da causa, a quem compete recepcionar ou não a tese da acusação.
O denunciado é acusado de, nas margens da rodovia que liga as cidades de Cruz do Espírito Santo e Sapé, ter efetuado vários disparos de arma de fogo, contra Antoniel da Silva, causando-lhe lesões graves que determinaram a sua morte. O fato aconteceu no dia 04 de maio de 2008, em uma seresta que estava sendo realizada no Sítio Cobé, zona rural deste município.
Conforme consta nos autos, o acusado agiu livre e conscientemente, de forma dolosa e ainda, que o crime foi fútil, motivado por um desentendimento banal e insignificante entre o denunciado e o ofendido após a vítima bater com sua motocicleta na moto do acusado, tendo este esbofeteado o ofendido, mesmo havendo pedidos de desculpas por parte da vítima.
Ainda consta da peça investigatória que o acusado quando interrogado pela autoridade policial negou a autoria do crime, no entanto, restam indícios suficientes de autoria e materialidade diante das provas testemunhais e documentais.

A sentença do juiz de primeiro grau impronunciou o réu Severino dos Ramos Leite da Silva , entendendo não haver provas da sua participação no crime a ele imputado. O Ministério Público apelou da decisão, determinando o julgamento do réu pelo juri, demonstrando os elementos que, à sua ótica, indicam ter sido ele o autor dos disparos que mataram a vítima.

Com informações do clickpb.com.br

quarta-feira, 18 de abril de 2012

Bandido invade casa, espanca, estupra e rouba mulher em João Pessoa - PB

Um crime bárbaro abalou uma família na madrugada desta quarta-feira (18), no bairro do Cristo, em João Pessoa. De acordo com a PM, uma mulher de 27 anos teve a casa invadida, foi espancada e estuprada na frente do filho de 1 anos.
De acordo com relatos da vítima, ela estava dormindo com o filho quando um homem armado com uma faca arrombou uma das portas da residência e foi até o quarto da jovem.
A mulher foi forçada a fazer sexo com o acusado e o filho presenciou tudo. Após o crime, criminoso fugiu levando vários objetos como celulares e uma bicicleta.
A mãe da vítima, que mora ao lado, escutou os gritos e foi ao socorro da filha. A jovem estava em pânico.Ela foi encaminhada para a Maternidade Cândida Vargas para exames preventivos.

Uma verdadeira barbaridade, até que ponto vamos chegar?
O mais revoltante é que ainda vem algumas pessoas que se dizem defenssores dos Direitos Humanos e querem protejer um marginal desse. Porque não vão na casa dessa senhora, pelo menos procurar saber se ela está precisando de alguma ajuda, mesmo que seja moralmente.
E as nossas leis, a polícia realiza o trabalho dela, mas é como se fosse um "bate e volta", ficam presos por alguns dias e depois estão soltos. Vamos cobrar dos políticos os nossos direitos e mais firmeza nas leis criminais e prisionais do nosso país.

Ainda com informações do portalcorreio.com.br

terça-feira, 17 de abril de 2012

Justiça no ES condena Delegada por envolvimento em tráfico

A delegada da Polícia Civil Tânia Brandão foi condenada a nove anos de prisão pela Justiça do Espirito Santo, na tarde desta terça-feira (17), por envolvimento com uma quadrilha de tráfico de drogas e roubo de carros de Cariacica, na Grande Vitória. Segundo a Justiça, a condenação é resultado da Operação Moxuara, outras 13 pessoas também foram condenadas. Tânia Brandão pode recorrer da decisão em liberdade.

Brandão teve grau de culpabilidade considerado elevado pelo juiz Eliazer Costa Costa Vieira, da 4ª Vara Criminal de Vila Velha, na Grande Vitória, por se associar ao crime de tráfico de drogas, em vez de combatê-lo. Ela também perdeu a função pública, e, segundo o TJ-ES, ela terá prisão domiciliar em razão de doença.
A Operação Moxuara foi realizada no dia 25 de maio de 2011 pela polícia para cumprir mandados de busca e apreensão e de prisão na região conhecida como Morro dos Gama, em Cariacica. No primeiro momento, o Ministério Público do Espírito Santo (MP-ES) denunciou 11 pessoas por participação na organização criminosa. Alguns policiais, também condenados, e a delegada foram flagrados em grampos telefônicos autorizados pela Justiça em conversas comprometedoras com membros da quadrilha.

Com informações do G1.com/ES

segunda-feira, 16 de abril de 2012

Rebelião em penitenciária de SE chega ao fim após 26 horas

A rebelião realizada pelos 470 presos do Complexo Penitenciário Advogado Antonio Jacinto Filho (Compajaf),que começou no início da tarde do domingo (15), chegou ao fim por volta das 16h desta segunda-feira (16), após negociação com o secretário de Estado da Segurança Pública, João Eloy. Todos os 128 reféns foram libertados e ninguém saiu ferido. Os policiais do Batalhão de Choque já estão dentro do presídio fazendo a revista dos presos. Os primeiros reféns foram libertados por volta das 6h desta segunda, foram uma mãe e uma irmã de um preso.
No fim da manhã, um dos três agentes penitenciários e outros 27 familiares também deixaram o local em troca de garrafões de água e no início da tarde, mais 16 reféns foram libertados.
Os outros 82 familiares dos presos que estavam de reféns foram libertados após o fim da rebelião. Os presos começaram a ceder no início da tarde desta segunda-feira, quando entregaram armas brancas e revólveres.
Entre as reinvindicações estão: Transferência de presos para outros complexos penitenciários; demissão de uma servidora; ampliação da programação televisiva; melhorar o tratamento com as mulheres que visitam o complexo; aceleração dos processos dos réus; garantia da integridade física; agilidade nos procedimentos médicos e apuração dos maus-tratos. “Boa parte das reivindicações feitas pelos rebelados é pertinente ao Poder Judiciário. Nós atendemos tudo que é possível e razoável e vamos, inclusive, apurar denúncias feitas por eles de possíveis maus-tratos”, frisou João Eloy.
Entre os reféns estavam três agentes, um deles foi libertado na manhã desta segunda-feira em troca de garrafões de água. Após o fim da rebelião, cinco presos foram transferidos para outro local que não foi divulgado por medida de segurança."Foi uma das exigências deles que foi prontamente atendida", disse Eloy.
O negociador da crise Marcos Carvalho confirmou que as negociações ocorreram de forma tranquila. “Não houve violência nem confrontos, conversamos e chegando a um acordo”, explica.
Policiais civis e militares de várias unidades especializadas continuam de prontidão na parte externa e na entrada da unidade prisional. O Corpo de Bombeiros e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) também estão presentes.

Com informações do G1.com/SE

quinta-feira, 12 de abril de 2012

PM reformado da PB é preso por homicidios em PE

Um sargento reformado da PMPB foi preso na tarde desta quinta-feira (12) dentro de casa, em Itabaiana, cidade localizada a 74km de João Pessoa. Segundo o delegado regional de Itabaiana, Hugo Helder Porto, ele é suspeito de um duplo homicídio na cidade de Itambé, em Pernambuco, na divisa com a Paraíba.
O mandado de prisão contra o policial era de 2009 referente ao duplo homicídio, ocorrido em 2008. O sargento já tinha sido preso em 2008 por porte ilegal de arma, mas já cumpriu pena, ainda de acordo com o delegado Porto. Ele está reformado há cinco anos. A prisão foi feita em uma operação conjunta das Polícias Civis de Pernambuco e Paraíba. O PM foi encaminhado à Central de Polícia, em João Pessoa, e ainda nesta noite deve ser levado para Pernambuco.
O suspeito vai ser autuado por homicídio e formação de quadrilha. Segundo a assessoria da Secretaria de Segurança da Paraíba, ele também é suspeito de envolvimento com grupos de extermínio.
Segundo o delegado Felipe Castelar, da Delegacia de Itabaiana, com o policial reformado foram apreendidos um veículo e uma pistola registrada, mas não têm relação com os crimes.

Com informações do G1.com/PB

terça-feira, 10 de abril de 2012

GDF anuncia novo Comandante Geral da PM

O coronel Suamy Santana da Silva, 50 anos, foi apresentado oficialmente nesta terça-feira (10/4) como novo comandante da Polícia Militar do DF. Ao lado do secretário de Segurança Pública, Sandro Avelar, o oficial mostrou firmeza no seu primeiro discurso. Foi duro ao anunciar que pretende punir colegas de farda insubordinados que fomentem a desordem.
"Essa farda é como se fosse uma pele e essa é a minha instituição. Quem usa a clandestinidade da internet para comemorar desgraça, não é um verdadeiro policial militar. Essas pessoas serão punidas", disse ele, referindo-se às mensagens publicadas em redes sociais supostamente atribuídas a PMs. Os textos ironizam a crescente onda de violência no Distrito Federal, além de criticarem a cúpula do governo.
Suamy também demonstrou personalidade forte ao afirmar que a corporação é menos valorizada do que outras instituições, como o Departamento de Trânsito (Detran) e a Polícia Civil. Ele ainda expôs a intenção de promover mudanças em parte das 33 chefias de batalhões de área. Outra medida será aumentar a gratificação dos comandantes de unidades regionais. Passará dos atuais R$ 2,4 mil para R$ 3 mil. Segundo ele, a ideia é motivar os oficiais. "O comandante de área exerce uma função árdua. Ele tem de estar na ativa 24 horas, pronto para resolver qualquer problema", disse.
Antes de assumir o posto mais alto da hierarquia da PMDF, Suamy era secretário adjunto de Segurança Pública, cargo que ocupou por oito meses. Quem assume essa função é o também coronel Jooziel de Melo Freire, ex-subsecretário de Operações.
A exoneração do antigo comandante geral da PMDF, Sebastião Gouveia, foi motivada por vídeos e publicações em redes sociais, publicadas supostamente por PMs que denominaram a atuação como "Operação Tartaruga" onde os PMs fazem corpo mole nas ocorrências e agradecem a bandidos por aumentarem os índices de criminalidade no Distrito Federal.
Os manifestantes reinvidicam melhorias em seus salários, que por sinal é o mais alto do país entre as categorias de PMs, eles querem um aumento proporcionalmente equiparado com a PCDF, que ganha em torno de dez mil reais para um agente de classe inicial.

Charles Everton ainda com informações do correiobrasiliense.com.br

sexta-feira, 6 de abril de 2012

Policial Militar é preso por suspeita de participar de quadrilha em SP

Um policial militar do 16º Batalhão, da zona sul de São Paulo, foi preso no início da madrugada desta sexta-feira sob suspeita de colaborar com as quadrilhas de ladrões que roubam casas de alto padrão no bairro do Morumbi (zona oeste paulistana).
O policial militar é integrante da Rocam (Rondas Ostensivas com Apoio de Motos) do 16º Batalhão. Ele era monitorado pela Polícia Civil e também pela Corregedoria da PM havia quase três meses. O nome do PM preso está sendo mantido em sigilo pelas autoridades.
As investigações apontam que o policial usava informações privilegiadas sobre o patrulhamento da Polícia Militar na região do Morumbi para indicar quais os melhores dias e horários para que os ladrões pudessem cometer crimes na região.
No ano passado, o Morumbi enfrentou uma onda de assaltos a residências. Após manifestações dos moradores, a PM reforçou a segurança entre agosto e novembro. Porém, com o fim da onda de assaltos, retirou os policiais.
"Os ladrões aproveitaram a saída dos PMs e voltaram a agir", disse Júlia Rezende, do Conseg Morumbi, quando os dados foram revelados pela reportagem.
"Meu desapontamento é que, por mais que a gente reclame, quase nunca é atendido", disse Miriam Ito Tanaka, presidente do Conseg de Pinheiros.
Segundo disse em março o coronel da PM Marcos Chaves, ações foram adotadas para inibir os roubos, como a mudança do horário de entrada dos PMs nos bairros, para evitar que os roubos ocorram quando os moradores saem de casa ou chegam nela.

Com informações da folha.com

quinta-feira, 5 de abril de 2012

Ladrões invadem prédio, fazem reféns e dormem durante ação policial no DF

Dois bandidos armados invadiram um prédio na Área de Desenvolvimento Econômico (ADE) de Águas Claras, no Distrito Federal, e fizeram cinco pessoas reféns no início da manhã desta quinta-feira (5). Segundo a Polícia Militar, a família foi rendida por volta das 4h.
O prédio foi cercado por policiais militares. No total, oito viaturas da Polícia Militar e três do Corpo de Bombeiros participaram da ação. Homens do Bope também foram chamados para acompanhar a operação.
De acordo com a polícia, por volta das 7h40, os bandidos, um homem e uma mulher, foram rendidos pelos policiais, que invadiram o apartamento. No momento da prisão, os assaltantes estavam dormindo, segundo a polícia. Policiais que participaram da operação informaram que os dois bandidos estavam drogados e alcoolizados. A polícia conseguiu liberar os reféns por volta de 7h45. Segundo a polícia, ninguém ficou ferido durante a ação.

Com informações do G1.com/DF

terça-feira, 3 de abril de 2012

1050 Mandados de prisão são efetuados em GO por forças policiais

A Força Nacional, Polícia Civil e Militar do estado de Goiás começaram a efetuar diversos mandados de prisão no início da manhã desta terça-feira (03). Ao todo, a Operação Cerrado emitiu 1050 mandados de prisão. A operação está sendo realizada em dez municípios do Entorno do Distrito Federal.
Até o momento em Luziânia foram efetuados oito mandados de prisão. Ao todo na cidade Goiana são 405 mandados e segundo o Delegado do Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops), Fabiano Medeiros, entre os suspeitos presos estão acusados de homicídios e roubos.
A Força Nacional, que atua em apoio com as polícias do estado de Goiás, deve atender cerca de 20% e 30% de todos os mandados emitidos. Eles estão atuando principalmente em três cidades: Luziânia, Novo Gama e Valparaíso.

Com informações do correiobrasiliense.com.br

segunda-feira, 2 de abril de 2012

Travesti é morto a pancadas e assassino coloca fogo na casa no RJ


Um travesti foi morto a pancadas e teve o corpo carbonizado depois que o assassino colocou fogo na casa onde ele morava. O crime aconteceu na noite de domingo (1º), no bairro de Lagoa das Pedras, em Campos dos Goytacazes, no norte do Estado do Rio de Janeiro.
Edson de Souza Duarte, de 38 anos, também conhecido como Baga, era querido entre os vizinhos. Eles ficaram assustados com a violência do crime.
A casa da vítima foi totalmente destruída. O sofá onde ele foi encontrado, os móveis, tudo foi queimado.
O corpo de Edson foi levado para o IML (Instituto Médico Legal) de Campos. O caso foi registrado na Delegacia de Guarus (146ª DP). A polícia ainda não tem pistas sobre o assassino.

Com informações do R7.com