segunda-feira, 12 de março de 2012

PMs de folga patrulharão estações de trens no RJ

Os recentes flagrantes de passageiros viajando sobre os trens, pendurados ou caminhando pelos trilhos da linha férrea no Rio de Janeiro levaram a SuperVia, empresa responsável pelo serviço de trens urbanos da Região Metropolitana do Rio, a decidir ampliar o sistema de segurança em suas linhas. De acordo com o presidente da concessionária Carlos José Cunha, policiais militares passarão a integrar, a partir de abril, o quadro da segurança da SuperVia, “Assinamos no início deste mês um convênio com o Governo do Rio de Janeiro e teremos, em cerca de 30 dias, policiais militares trabalhando com a SuperVia em seus horários de folga. O prazo para a inscrição dos interessados já está aberto e nas próximas semanas os policiais militares receberão treinamento para a atuação nas linhas e plataformas. Eles estarão devidamente equipados, armados e fardados”, diz Cunha.
De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Rio de Janeiro, policiais militares iniciarão a atuação na SuperVia ainda no primeiro semestre deste ano, de acordo com as normas estabelecidas pelo Proeis, o Programa Estadual de Integração na Segurança. O convênio não tem data definida porque segue em análise na Casa Civil. Segundo a Secretaria, o policial inserido no programa ganhará a cada turno de oito horas trabalhadas a quantia de R$ 175,00, se for oficial, e R$ 150,00, se for praça. Cada PM inserido no programa pode trabalhar até 12 turnos em um período de 30 dias para que seu trabalho no batalhão onde for lotado não seja prejudicado.
A previsão é de que 700 policiais militares trabalhem na SuperVia quando o programa estiver totalmente em operação. O Proeis pretende atender profissionais que desejam um segundo emprego e, a médio prazo, deverá atingir todo o estado do Rio de Janeiro e outros serviços, além da SuperVia. No Proeis, o policial estará “fardado, armado e equipado pela corporação”, segundo a Secretaria.

Com informações do G1/RJ

Nenhum comentário:

Postar um comentário