sexta-feira, 9 de março de 2012

PF realiza operação em MT e cumpre 66 mandados judiciais

A Polícia Federal em Barra do Garças, a 516 quilômetros de Cuiabá, deflagrou nesta sexta-feira (9), a ‘Operação Pró-Vita’, de combate à comercialização de medicamentos ilegais e prática de abortos criminosos em série.  Sete pessoas já tinham sido presas até as 9h [horário de Mato Grosso]. Conforme a PF, vários remédios de circulação proibida foram apreendidos, além de R$ 2.900 em dinheiro.
Ao todo, devem ser cumpridos 66 mandados judiciais, sendo 11 de prisão temporária, 33 de conduções coercitivas e 23 de busca e apreensão. De acordo com a PF, entre as pessoas com prisão decretada há um médico, farmacêuticos e atendentes de farmácias da região de Barra do Garças.
Conforme a PF, os médicos utilizavam os medicamentos ilegais na estrutura do serviço público de saúde como materiais e equipamentos do Hospital Municipal de Barra do Garças, por exemplo. Além do crime de aborto, eles são suspeitos de cobrarem pela realização de procedimentos médicos custeados pelo Sistema Único de Saúde.
Os mandados judiciais estão distribuídos entre as cidades de Barra do Garças, Alto da Boa Vista e Primavera do Leste, em Mato Grosso. Em Goiás, há mandados a serem cumpridos em Goiânia, Aragarças, Baliza e Aparecida de Goiânia. Os presos devem ser encaminhados para a cadeia e Barra do Garças e responderão criminalmente por aborto, comercialização de medicamentos sem registro na Anvisa, peculato, corrupção e formação de quadrilha.

Com informações do G1.com/MT

Nenhum comentário:

Postar um comentário