terça-feira, 9 de agosto de 2011

Pec 300 fica de fora de votação mais uma vez

A Presidente Dilma, pedio a bancada governista para não colocar na pauta de votação de hoje a PEC 300, devido a crise que estão passando alguns paises como Estados Unidos e outros da Europa. Solicitou também que sejam aprovadas as medidas para amenizar esse crise no Brasil, pois essas seriam as prioridades no momento.
O presidente da comissão especial criada para analisar propostas de emendas à Constituição (PECs) relacionadas à segurança pública, deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP), enviou ofício a todos os governadores pedindo que informem, em até duas semanas, o impacto na folha de pagamento da implantação do piso nacional para policiais e bombeiros, previsto nas PECs 300/08 e 446/09.
No ofício, a comissão também pede o valor do salário inicial dos profissionais da área. Faria de Sá quer informações oficiais para subsidiar a criação de um fundo constitucional, cujo objetivo é viabilizar o piso de cerca de R$ 3.500. "Temos algumas informações desencontradas”, disse o deputado.
Faria de Sá disse ainda que, depois de elaborar um estudo técnico sobre o assunto, a comissão vai buscar um acordo para a votação da PEC 300 em segundo turno neste ano. A proposta foi aprovada em primeiro turno em julho do ano passado.
Além do piso salarial, o grupo deverá buscar acordo para todas as PECs que tratam das carreiras de segurança pública.

Charles Everton ainda com informações da Câmara dos Deputados

Nenhum comentário:

Postar um comentário