quinta-feira, 14 de julho de 2011

Policiais de SP terão aumento de 27,7% escalonado até 2012

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, anunciou na tarde desta quinta-feira (14) um aumento escalonado de 27,7% no salário base de policiais civis, militares, científicos, além de agentes de segurança penitenciária (ASP) e de escolta e vigilância penitenciária (AEVP). O reajuste atingirá 150 mil servidores da ativa e por volta de 103 mil aposentados e pensionistas. O projeto de lei que será encaminhado para votação na Assembleia Legislativa prevê uma parcela de 15% de aumento, retroativo a 1º de julho, para este ano. A segunda parcela, que será paga em agosto de 2012, será de 11%. Esse percentual incidirá sobre o valor reajustado em 2011, o que faz com que o percentual total do reajuste chegue aos 27,7%.
Além do reajuste, o governo anunciou uma série de mudanças para as carreiras policiais que tem o objetivo de facilitar as promoções e a valorização das carreiras. “[O aumento] é primeiro um reconhecimento. É também um estímulo. Nós queremos valorizar a carreira policial”, afirmou o governador. Para Alckmin, existia “um gargalo” na carreira policial. “As pessoas tinham dificuldade para ascender na carreira. O que está se fazendo é dar uma oportunidade para uma ascensão”, declarou.
O presidente da Associação dos Cabos e Soldados da Polícia Militar do Estado (ACSPMESP), Wilson Morais, afirmou à Agência Estado que o aumento era esperado desde que Alckmin, então em campanha para o governo, no ano passado, visitou a associação e conversou com os policiais a respeito de reajustes. Apesar de, segundo Morais, a defasagem dos vencimentos nos últimos dez anos ser da ordem de 40%, o anúncio mostra que o governo "começa a fazer justiça com a categoria".


Com informações do G1.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário