quarta-feira, 2 de março de 2011

Força Nacional não deve chegar a tempo para integrar esquema de segurança do Muriçocas na PB

As tropas federais solicitadas ao Ministério da Justiça pelo governador Ricardo Coutinho não devem chegar a tempo de integrar o esquema de segurança montado para o desfile do bloco Muriçocas do Miramar, que costuma atrair meio milhão de foliões em João Pessoa.
Cem policiais saíram de Luziania, Goiás, às 5 horas da manhã de hoje em viaturas do Exército. A expectativa é que a viagem até a Paraíba (em torno de 2.300 quilômetros pela BR 101, o trecho mais curto) demore aproximadamente 24 horas.
Por telefone, o major Alexandre Augusto Aragom, diretor da Força Nacional, antecipou que parte da tropa pode ser deslocada por via aérea caso o Governo do Estado identifique necessidade de antecipar a chegada dos soldados.
“Mas as informações preliminares indicam que muitos policiais militares não aderiram a greve e farão a segurança do desfile”, disse Aragom.
Ele não revelou o número total de policiais que serão deslocados para a Paraíba nem quanto tempo eles ficarão no Estado. A omissão, segundo ele, deve-se a estratégias de segurança.
Mas informou que a primeira tropa – de cem homens – será reforçada por novo pelotão que será enviado amanhã.
Cada homem custará R$ 177 por dia e a conta será paga pelo Governo Federal.

Com informações do portal correio

Um comentário:

  1. zé pomba de minas2 de março de 2011 21:48

    parabéns aos policiais e bombeiros paraibanos ....torço pára que todos tenham sucesso na busca por melhores salários e condições de vida .....não caiam neste papo de Lei de Responsabilidade Fiscal.......em minas estamos atolados em escândalos, corrupção e uma guerra sem fim entre pm e pc......não se preocupem com a força nacional.....o governo federal não possui condições de manter a tropa por aí por tempo indeterminado..... abraço a todos

    ResponderExcluir