terça-feira, 15 de março de 2011

Assaltante é morto depois de fazer refém por duas horas em PE


Um homem terminou assassinado numa operação realizada na noite de ontem para por fim a um assalto a uma farmácia na cidade de Garanhuns, Agreste de Pernambuco. O estabelecimento foi invadido por dois homens e a funcionária Edivânia Galdino, de 37 anos, foi feita refém por duas horas, sendo ameaçada com uma faca.  
A polícia chegou e começou a negociar com um dos assaltantes, identificado como Leonardo Bezerra da Silva, de 21 anos. Um policial aproveitou um momento de descuido do rapaz, quando ele colocou a vítima em sua frente de joelhos, e atirou na cabeça dele, que morreu na hora. Segundo a polícia, o rapaz teria sido preso na semana passada e teria envolvimento com drogas.
A atendente de farmácia foi levada em estado de choque a um hospital da cidade. O outro bandido consegiu fugir antes do desfecho do caso.
De acordo com Erlan Cardoso, gerente da farmácia Drogavivo, localizada na avenida Rui Barbosa, o assalto começou por volta das 21h quando havia na loja três clientes, um deles um policial militar a paisano. Ao sair do estabelcimento, o PM foi visto com uma arma na mão por policiais que passavam em uma viatura e pensaram se tratar de um bandido. Desfeito o mal entendido, todos os policiais e mais policiais civis e bombeiros, totalizando 20 homens, participaram da operação. Ainda segundo o gerente, a funcionária trabalhava na farmácia há dois meses.

Fonte: diáriodepernambuco.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário