segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Sem negociação "GREVE" é decretada na PB

Cerca de 1.500 policiais civis e militares, mais bombeiros militares e agentes penitenciários, decidiram na tarde de hoje (28), em assembléia realizada na porta do Palácio da Redenção, centro de João Pessoa, deflagrar greve por tempo indeterminado. Os delegados também entram em greve a partir da sexta-feira, (4).
Todas as tentativas do governo foram rejeitadas pelos policiais, que se preparam para fazer caminhada até a Lagoa no centro da capital.
Governador pede apoio a presidente Dilma, solicitando a Força Nacional, para que estado não fique a mercê dos bandidos. "teremos profissionais (força nacional) suficientes para todo o estado"?
A greve atinge policias de todo o estado, governador e secretários não fizeram propostas condizentes, pois queriam promessa de trabalho por todo o carnaval e em quinze (15) dias apresentariam uma proposta as categorias.
Até quanto tempo o governador Ricardo Coutinho vai deixar que o estado da Paraíba continue nesse caos que se encontra a Segurança Pública, com índices de criminalidade altíssimos, por conta de pelo menos uma negociação justa para com os que fazem a Segurança Pública no estado.

Charles Everton

Nenhum comentário:

Postar um comentário