quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Com mais verba para segurança, PB ainda é o 6º que menos investe

A Paraíba ficou na 21ª colocação em investimento em Segurança Pública em 2009 entre os Estados da Federação, segundo uma pesquisa da ONG Fórum Brasileiro de Segurança Pública, em seu relatório anual apresentado esta semana em São Paulo. O Brasil gastou R$ 45,6 bilhões com segurança pública no ano passado, um crescimento de 15% em relação aos investimentos feitos em 2008.
De acordo com as informações da pesquisa, com R$ 562.554.659,07 de recursos aplicados em 2009, a Paraíba ficou à frente apenas de Sergipe, Tocantins, Acre, Piauí, Amapá, Distrito Federal e Roraima. Em relação ao ano de 2008, quando a Paraíba investiu R$ 480.847.086,97, houve um crescimento de 16,99%, mesmo assim a Paraíba caiu uma posição em relação ao ano anterior, quando ficou em 20º, a frente também de Santa Catarina.
Além dos gastos, no Anuário 2010 foram compiladas informações sobre ocorrências criminais, efetivos policiais, presos provisórios, e a atuação dos Estados e municípios na segurança pública. De acordo com o levantamento, as despesas do governo federal na área cresceram 22% na mesma comparação. Foram R$ 5,9 bilhões em 2008 e R$ 7,2 bilhões em 2009.
Pelos cálculos da ONG, as despesas efetuadas na função segurança pública pela União, Estados e municípios dobraram desde 2003: saltaram de cerca de R$ 22,5 bilhões para os R$ 45,6 bilhões em 2009.
De acordo com o Anuário, somente o gasto da União cresceu 202% a partir de 2003, enquanto as despesas de Estados e do Distrito Federal, no mesmo período, aumentaram 96%. Também foi notado um aumento por parte dos municípios, que declararam um gasto de cerca de R$ 2 bilhões em 2009, o que corresponde a um aumento de 168% na comparação com 2003. A inflação medida pelo IPCA entre 2003 e 2009 ficou em torno dos 40%.
As estatísticas do relatório foram obtidas a partir do levantamento e cruzamento de dados coletados em órgãos como a Secretaria Nacional de Segurança Pública, Secretarias de Segurança dos Estados, no SUS (Sistema Único de Saúde), na Secretaria do Tesouro Nacional, entre outros.

Fonte: paraiba 1

Nenhum comentário:

Postar um comentário