quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Futuro Diretor da PF e PRF é anunciado

O futuro ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, anunciou nesta quarta-feira (29) que o novo diretor da Polícia Federal a partir de 2011 será Leandro Daiello Coimbra, atual superintendente da instituição em São Paulo. Coimbra tem 44 anos e é natural de Porto Alegre.
O atual diretor, Luiz Fernando Corrêa, deixa o cargo após comandar a PF por pouco mais de três anos –ele estava no cargo desde setembro de 2007. A gestão Corrêa foi marcada por operações polêmicas, como a Satiagraha, que em 2008 resultou na prisão do banqueiro Daniel Dantas. Sobre o atual diretor, Cardozo disse: "Ele me informou que vai se aposentar".
"A Polícia Federal tem pessoas altamente qualificadas e vários poderiam efetivamente ocupar a direção-geral. Mas após uma análise, nós submetemos à presidente eleita o nome do Leandro Daiello Coimbra, superintendente [da PF] em São Paulo, que foi convidado e aceitou ser o novo diretor-geral da Polícia Federal", disse o ministro.
"Nós queremos que cada vez mais a Polícia Federal tenha esse nível de atuação, sempre investindo nos talentos, nos equipamentos, na formação de pessoal e na gestão, que foi tão bem desenvolvida", declarou Cardozo. Ele aproveitou para elogiar o trabalho feito por Luiz Fernando Corrêa à frente da PF, que ele classificou como "fantástico".
Segundo ele, a PF deve seguir a mesma linha de atuação. "Terá uma linha republicana, competente, eficiente na gestão, e será um braço importante da atuação do Ministério da Justiça no combate ao crime organizado e, obviamente, na segurança pública, que é uma das principais linhas do governo da presidente Dilma Rousseff", declarou.

Também foi anunciado que o atual diretor-geral da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Hélio Cardoso Derenne, permanecerá no cargo.
Cardozo afirmou que a indicação de apenas uma secretaria do ministério ainda não foi definida, mas se recusou a especificar qual delas e disse que deve fazer um anúncio com os novos nomes possivelmente já nesta quinta-feira (29).

Cardozo informou que o Ministério da Justiça terá outra secretaria sob seu comando. "A decisão da presidente da República é que a Senad (Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas) vá para o Ministério da Justiça", afirmou, dizendo ainda que o nome para comandar a secretaria também já está definido mas só deve ser divulgado junto dos outros.

Com informações da G1.com

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Delegada é morta em SP dentro da DP

A delegada Denise Quioca, assassinada na madrugada desta quinta-feira (23) dentro do 1º DP de Guarulhos, na Grande São Paulo, chegou a apanhar do ex-namorado, com quem namorou por nove anos. Eles se separaram em janeiro. A delegada havia registrado queixa de agressão, mas nada foi feito contra o ex.
O suspeito foi preso em flagrante. Ele não se conformava com o fim do relacionamento. Ele era investigador da Polícia Civil e foi expulso da corporação no começo deste mês, acusado de abuso de poder, agressão e porte ilegal de arma.
O ex-investigador teria chegado na delegacia, conversado com Denise e terminaram discutindo. Ele, então, foi ao banheiro e, na volta, segurando duas armas, começou a atirar contra a delegada de 28 anos. Denise levou 17 tiros e morreu na hora.
Depois de descarregar as armas, o ex-investigador jogou as duas pistolas e mais uma terceira que carregava em um sofá e, com os braços erguidos, se entregou para três policiais que estavam no plantão.
Ele foi levado algemado para a Corregedoria da Polícia Civil, no Centro da capital paulista. As armas usadas no assassinato eram da polícia e foram apreendidas.
Denise havia sido ameaçada pelo ex-namorado várias vezes. Ela prestou queixa contra ele na Corregedoria da Polícia Civil em setembro, após ter sido agredida durante uma discussão.
O ex-investigador também é acusado de tráfico de drogas. A corregedoria vai apurar porque ele continuava com as armas da polícia mesmo depois de ter sido demitido.

Com informações do G1.com

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Em média, 94 brasileiros morrem por dia vítimas de tiros

Hoje, para comprar uma arma legalmente é preciso fazer teste psicotécnico, teórico e prático. Ser maior de 25 anos, comprovar domicílio e ocupação profissional. Tudo registrado na polícia.
“Muitas vezes a pessoa vem, faz o curso e já tira da cabeça dela que arma não é uma solução para o problema, porque ela sofreu uma situação de assalto”, declara Gustavo Duarte, instrutor de tiro.
Um estudo do Ministério da Justiça mostra que quase metade das 16 milhões de armas em circulação no país é ilegal. Revólveres e pistolas respondem por mais de 80% das armas apreendidas com criminosos, a maioria delas, fabricada aqui mesmo no Brasil.
O que choca na pesquisa é entender que a falta de controle de armas tem um efeito direto na violência. O Brasil é o país com maior número absoluto de mortes por arma de fogo em todo o mundo: são 34.300 assassinatos por ano.
“Acho que a primeira providência a ser tomada de fato é você qualificar, você integrar o sistema de informação que existe hoje no Brasil sobre armas de fogo. O governo sabe razoavelmente muito pouco sobre quantas armas são produzidas, pra onde essas armas vão, que tipo de comércio elas atendem, pra qual tipo de consumidor elas tão indo”, afirma Felipe Zilli, pesquisador do Centro de Estudos de Criminalidade e Segurança Pública – UFMG.
“Arma é um instrumento feito pra matar e tem que ser controlada pelo Estado. O cidadão tem direito de ter arma, porque assim quis o referendo das armas de 2005, mas essa arma não pode ser ilegal e tem que ser muito bem guardada pra não ser objeto de acidentes nas residenciais, o que acontece com freqüência”, diz Antônio Rangel, ONG Viva Rio.
O estudo do governo feito em parceria com a ONG Viva Rio deve ajudar a nortear uma nova campanha de entrega voluntária de armas por parte do cidadão.
“Vamos fazer uma reunião com os 27 secretários estaduais de Segurança Pública já no início de 2011, a fim de que eles possam compreender melhor os mecanismos do Estatuto do Desarmamento e verificar de que maneira cada estado pode auxiliar melhor o governo federal nesta tarefa de controlar e facilitar a devolução de armas de fogo pela população”, declara Luiz Paulo Barreto, ministro da Justiça.

Fonte: jornal da globo

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

200 policiais participam de operação em oito municípios do RS

Sete pessoas foram presas durante uma operação policial que ocorreu em oito municípios do Rio Grande do Sul, nesta segunda-feira (20). Cerca de 200 policiais realizaram buscas em Porto Alegre, Canoas, Esteio, São Leopoldo, Novo Hamburgo, Sapucaia do Sul, Alvorada e Canela.
Segundo a Polícia Civil, foram desmontadas duas quadrilhas que roubavam carros. Os presos eram suspeitos de clonar placas, adulterar chassis e etiquetas dos veículos e falsificar documentos de identificação. Há suspeita que os criminosos clonaram, inclusive, placas de carros da polícia.
Os veículos eram vendidos ou usados em outros crimes. Os integrantes do grupo procurado nesta segunda também são investigados por roubo a banco, tráfico de drogas e estelionato.

Fonte: G1.com

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Lançamento do ‘Mapa das Armas’ retoma a campanha do desarmamento


A Secretaria Nacional de segurança Pública (Senasp) do Ministério da Justiça (MJ), em parceria com a ONG Viva Rio e a Subcomissão Especial de Controle de Armas do Congresso Nacional, lança na próxima segunda-feira (20), cinco livros com resultados estatísticos sobre o desarmamento. O lançamento ocorre às 10h30, na Sala de Retratos, do MJ, em Brasília.
O evento cujo tema é: "Mapa das Armas Ilícitas no Brasil e Ranking dos Estados no Controle de Armas" será presidido pelo ministro da Justiça, Luiz Paulo Barreto. Participam, ainda, representantes da Subcomissão Especial do Congresso, da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), do Conselho das Igrejas Cristãs do Brasil (CONIC), Grão-Oriente do Brasil (Maçonaria)  e da Rede Desarma Brasil.
Também serão convidados representantes da Secretaria de Direitos Humanos, das Nações Unidas sobre Drogas e Crimes (UNODC), do Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) e deputados e senadores favoráveis à luta contra o desarmamento.
Em setembro deste ano, o ministro Luiz Paulo Barreto anunciou a mobilização permanente da campanha. Com a entrega a qualquer tempo de armas por parte da população, espera-se diminuir ainda mais a taxa de homicídios no país. Entre 2003 e 2009, a redução foi de 11% entre 2003 e 2009, quando ocorreram duas campanhas do desarmamento.

Fonte: Ministério da Justiça

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Deputado Major Fábio fala sob a PEC da PB

O deputado federal Major Fábio declarou nesta quinta-feira (16), em entrevista ao programa Correio Debate, da Rádio 98/FM (Rede Correio Sat), que se o governador eleito da Paraíba, Ricardo Coutinho, não cumprir a lei que concedeu aumento aos policiais militares a partir de janeiro, a Polícia Militar não irá para a rua trabalhar.
Major Fábio, que apoia politicamente Ricardo Coutinho, de antemão disse que irá apoiar a decisão que os policiais militares tomarem. Ele observou que, antes de político, é policial militar e está do lado da sua categoria. "Além disso, os 68 mil votos que tive foi porque estou do lado deles", afirmou.
O parlamentar, no entando, disse acreditar que o governador Ricardo Coutinho irá cumprir a lei que já foi aprovada pela Assembléia Legislativa do Estado e sancionada pelo Governo do Estado.
Ele disse que seria uma vergonha para ele votar favorável ao reajuste de 61% para os salários dos deputados federais, enquanto os policiais lutam pela conquista da PEC-300, no Pais, e a manutenção da lei que deu aumento à categoria na Paraíba.
O parlamentar participou na quarta-feira da sessão em que a Câmara Federal aprovou o aumento de 61% para eles próprios, mas votou contra. Da Paraíba, além dele, também votou contra o aumento o deputado federal Luiz Couto, do Partido dos Trabalhadores.
A certa altura da entrevista, o parlamentar observou que ninguém vê se dizer que o Brasil vai quebrar porque a Câmara Federal aprovou o aumento dos seus deputados, que terá efeito cascata nas Assembléias Legislativas e Câmaras Federais, mas quando é para dar aumento aos policiais e aprovar a PEC-300, a grande alegação é que o Estado não tem condições e vai quebrar.

 Com informações do portal correio.

Com mais verba para segurança, PB ainda é o 6º que menos investe

A Paraíba ficou na 21ª colocação em investimento em Segurança Pública em 2009 entre os Estados da Federação, segundo uma pesquisa da ONG Fórum Brasileiro de Segurança Pública, em seu relatório anual apresentado esta semana em São Paulo. O Brasil gastou R$ 45,6 bilhões com segurança pública no ano passado, um crescimento de 15% em relação aos investimentos feitos em 2008.
De acordo com as informações da pesquisa, com R$ 562.554.659,07 de recursos aplicados em 2009, a Paraíba ficou à frente apenas de Sergipe, Tocantins, Acre, Piauí, Amapá, Distrito Federal e Roraima. Em relação ao ano de 2008, quando a Paraíba investiu R$ 480.847.086,97, houve um crescimento de 16,99%, mesmo assim a Paraíba caiu uma posição em relação ao ano anterior, quando ficou em 20º, a frente também de Santa Catarina.
Além dos gastos, no Anuário 2010 foram compiladas informações sobre ocorrências criminais, efetivos policiais, presos provisórios, e a atuação dos Estados e municípios na segurança pública. De acordo com o levantamento, as despesas do governo federal na área cresceram 22% na mesma comparação. Foram R$ 5,9 bilhões em 2008 e R$ 7,2 bilhões em 2009.
Pelos cálculos da ONG, as despesas efetuadas na função segurança pública pela União, Estados e municípios dobraram desde 2003: saltaram de cerca de R$ 22,5 bilhões para os R$ 45,6 bilhões em 2009.
De acordo com o Anuário, somente o gasto da União cresceu 202% a partir de 2003, enquanto as despesas de Estados e do Distrito Federal, no mesmo período, aumentaram 96%. Também foi notado um aumento por parte dos municípios, que declararam um gasto de cerca de R$ 2 bilhões em 2009, o que corresponde a um aumento de 168% na comparação com 2003. A inflação medida pelo IPCA entre 2003 e 2009 ficou em torno dos 40%.
As estatísticas do relatório foram obtidas a partir do levantamento e cruzamento de dados coletados em órgãos como a Secretaria Nacional de Segurança Pública, Secretarias de Segurança dos Estados, no SUS (Sistema Único de Saúde), na Secretaria do Tesouro Nacional, entre outros.

Fonte: paraiba 1

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Polícia Militar da PB lança Operação Verão 2010/2011.

Com a chegada do verão e a aproximação das comemorações de final de ano, a Polícia Militar da Paraíba iniciou nesta quarta-feira, dia 15, a partir das 8h, no Busto de Tamandaré, localizado na praia de Tambaú, a Operação Verão, que consiste num reforço policial de 350 homens/dia, além de motos, viaturas, e as unidades especiais e de elite como o Grupo de Ações Táticas Especiais - Gate, o Choque e o Canil. Eles serão distribuídos na malha comercial, nos locais de concentração e nos principais pontos turísticos da cidade, além de todo o litoral Norte e Sul da capital. Em toda Paraíba 1.200 homens farão parte da Operação. A novidade deste ano é que também foi lançado na solenidade a “Linha Direta” da 4º Companhia que vai beneficiar os moradores da área de Cabedelo até o Altiplano. Quem quiser fazer alguma denúncia ou pedir a presença da Polícia em alguma ocorrência é só ligar para os números- 8864.1502, 8864.1504, 8864.1510, 8864.1512,8864. 1517,8864.1521.
Este reforço, oriundo também da área administrativa do QCG e das demais unidades militares (lº e 5º Batalhões e o Centro de Educação- novos soldados-), será empregado em pontos estratégicos do Centro, da orla marítima e dos bairros de João Pessoa. “Mesmo prevendo uma redução no desempenho administrativo pelo deslocamento do pessoal da burocracia para o policiamento de rua, a Instituição compensará esta perda com o aumento do número de horas de trabalho nos setores burocráticos” salientou o coronel Monteiro.
A Operação Verão teve início nas divisas das praia de Tambaú e Cabo Branco e se estenderá pela orla e pelos principais bairros da cidade, além de permanecer por todo o período de férias, incluindo as prévias carnavalescas e todo o Carnaval. A Operação contará com as várias modalidades de policiamento: Cavalaria, Radiopatrulha, Ciclopatrulha, Rotam, Quadriciclos, Canil, Gate e Choque.
A Operação servirá para garantir a tranqüilidade dos turistas que virão a Paraíba neste verão que, segundo a avaliação dos setores competentes, será um dos mais movimentados dos últimos anos. Os principais corredores e avenidas que interligam os bairros ao centro e as principais áreas de concentração, como a Epitácio Pessoa, Beira Rio, Estrada de Cabedelo, Retão do Manaíra, proximidades do Shopping Manaíra, Orla Marítima, Terminal Rodoviário, Mercado de Artesanato, Mercado Central, Rui Carneiro, Josefa Taveira, Valentina Figueiredo, Bancários, proximidades do Shopping Sul, Tancredo Neves, Torre, Pedro II, Tambáu, Cabo Branco, Jaguaribe, Cristo Redentor, Rangel, Geisel, Penha, entre outros, estarão protegidas durante todo o período da Operação Verão por viaturas e homens da Polícia Militar.

Com informações do clickpb

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Governador eleito anucia nomes para Segurança Pública na PB

O futuro secretário de Segurança Pública da Paraíba será o delegado da Polícia Federal, Claudio Lima. O anúncio foi feito agora pelo governador eleito, Ricardo Coutinho (PSB), no twitter.
Inovando, Ricardo Coutinho foi o primeiro governador da Paraíba a anunciar equipe de governo por meios não convencionais. Ele está divulgando progressivamente os nomes que vão compor a equipe de Segurança.
Ricardo Coutinho acaba de divulgar que o "Sec. Adjunto da Segurança é o Delegado da PF, Dr. Silvany, foi Corregedor Geral na Secretaria de Seguranca de PE. Os dois, lotados na PF da PB".
O Comandante Geral da PM será o Coronel Euller de Assis Chaves. O Sub-Comandante será o Coronel Washington França da Silva.
O Chefe da Casa Militar será o Coronel Chaves. Já o Delegado Geral de Policia Civil será o Dr Severiano Pedro, Delegado e prof da UEPB.
A Gerencia de Policiamento da Grande Joao Pessoa estará a cargo da Delegada Daniela Vicuuna.
O Delegado Regional de CG será o Dr Wagner Dorta, atualmente Delegado do GOE e cuidou da Operação Espelho de Prata, no Detran.
O Delegado Regional de Patos será o Dr. Cristiano Jacques. Posteriormente.
O Comandante do Corpo de Bombeiros será o Coronel Jair Carneiro e o Sub-Comandante, o Coronel Denis Nery.
Na sua última postagem, Ricardo comentou: "Unidade, hierarquia e integração de todos os órgãos sob uma mesma e única política para tratar a segurança como uma política publica".

Com informações do twitter

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Soldado do Exército é baleado no RJ

Um soldado do Exército foi baleado na madrugada deste domingo (12) depois que criminosos tentaram invadir o 26º Batalhão Paraquedista na Vila Militar, em Deodoro, no subúrbio do Rio. As informações foram confirmadas em nota pelo Comando Militar do Leste.
Segundo o CML, o sentinela David Soares de Almeida, de 19 anos, percebeu a ação e atirou contra os invasores. Houve troca de tiro e ele foi atingido por quatro disparos, sem gravidade. Os criminosos fugiram.

Leia abaixo a íntegra da nota do CML:

"Às 04:30h de hoje, 12 dez, 2 (dois) bandidos tentaram invadir o 26º BI Pqdt pelo POSTO MANDRULHO daquela OM, possivelmente na tentativa de roubar armamento, o sentinela da hora Sd DAVID SOARES DE ALMEIDA, de 19 anos, viu e atirou sobre os invasores. Houve troca de tiros, o sentinela foi atingido sem gravidade e passa bem. Os bandidos fugiram em direção à Av. Benedito da Silveira. O CML acompanha o caso".

Com informações do globo news

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Avião cai em João Pessoa - PB, e bombeiros são acionados

Durante uma tentativa de pouso, no fim da manhã desta sexta-feira (10), uma aeronave tipo monomotor perdeu o controle e caiu no limite do aeroclube, no bairro do Bessa, em João Pessoa. Três viaturas do Corpo de Bombeiros e uma do Samu foram ao local. O piloto não se feriu gravemente. A aeronave bateu na cerca do aeroclube e acabou virando por cima dela, chegando a interromper uma avenida que passa ao lado do local.
O Centro Integrado de Operações Policiais (Ciop) disse que apenas o piloto estava na aeronave e não sofreu ferimentos graves. O nome dele ainda não foi divulgado. O Corpo de Bombeiros foi chamado para conter o vazamento de combustível da aeronave e também para limpar a pista.
O avião Paradise era novo e havia chegado hoje ao aeroclube para ser entregue ao primeiro dono, que o havia comprado recentemente.
A aeronave está na pista sentido Bessa-Retão de Manaíra, o que interrompeu o trânsito. O trecho próximo ao aeroclube ficou congestionado e os motoristas tiveram que desviar por outras ruas para passar.

Com informações do paraiba 1

quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Militar é encontrado morto em posto da Aeronáutica em Belém

Um soldado de 20 anos foi encontrado morto, na noite de quarta-feira (8), sem seu armamento, em um posto de serviço da Aeronáutica, em Belém. De acordo com a assessoria de imprensa do Primeiro Comando Aéreo Regional (I Comar), ele foi morto com um tiro na cabeça.
Ainda segundo o Comar, o militar estava de serviço e era responsável pela segurança de um radar meteorológico. Ele foi encontrado sem sua pistola.
Em nota enviada à imprensa nesta quinta-feira (9), o Comando da Aeronáutica informa que instaurou um Inquérito Policial Militar, ainda na quarta-feira, para apurar as circunstâncias da morte do soldado.
O Comar afirma ainda que foram tomadas todas as providências para apoio à família, assistência ao funeral e investigações para desvendar o fato.

Com informações da tv liberal e G1.com

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Tristeza, perda de um amigo

Às vezes não sabemos o que falamos e nem tampouco o que se pensa nessa vida, temos uma certeza sim, mas ninguém deseja que essa certeza se concretize, sabemos que tudo é de vontade e determinação de um ser supremo "Deus", por isso peço força  e coragem para familiares e em especial para meu amigo Dean, pois sabemos do seu amor, não só por ser um irmão, mas companheiro, amigo, parceiro e outras virtudes para com "David Alves de Sousa", que parte dessa para uma melhor, pois é assim que desejamos que seja.
Meu amigo David "Baby", você não só vai deixar boas lembranças, mas um legado de amizades conquistadas e pessoas que realmente desejavam que você prosperasse, vencesse e se realizasse, pois você merecia, mas por uma ironia do destino, você se foi tão jovem e deixou aquele ponto de interrogação. Será que era à hora? Repito, não sabemos o que falamos nem pensamos.

Descanse em paz amigo.

Charles Everton

Justiça Comunitária e novos projetos chegam às UPPs

O Ministério da Justiça, o Conselho Nacional de Justiça, o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro e o Governo do Estado, junto a outros órgãos do judiciário, assinaram acordo nesta terça-feira (7), na capital fluminense. Com a assinatura, as comunidades pacificadas nas Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) passam a contar com serviços jurídicos básicos como a Justiça Comunitária, projeto apoiado pela Secretaria de Reforma do Judiciário (SRJ) do Ministério da Justiça.
O acordo foi articulado pela SRJ e pela Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos do governo do Rio de Janeiro. A parceria transforma as UPPs em centros de acesso à justiça e à cidadania. Com isso, a população terá acesso a serviços de diversos órgãos do judiciário em níveis locais e nacionais.
Para o Ministro da Justiça, Luiz Paulo Barreto, o acordo é a prova de que o Estado é mais forte que o crime organizado. “Houve uma união nacional para uma resposta rápida e eficiente e, agora, as UPPs se transformam em um modelo nacional de segurança pública com cidadania”, avalia Barreto.
Já o Secretário de Reforma do Judiciário, Marivaldo Pereira, considera que o acordo consolida a atuação do governo do estado para levar cidadania à população das comunidades pacificadas. “A oferta de acesso à justiça a essas comunidades contribuirá para a redução dos conflitos e a efetivação de direitos, com impacto direto na redução da violência e no enfrentamento da exclusão social”, aposta Pereira.
Durante a assinatura do acordo, o governador do estado, Sergio Cabral, anunciou investimentos de R$ 600 milhões para a construção de bibliotecas, colégios, uma unidade de pronto atendimento 24h, teatro e saneamento básico, além de um teleférico de 3km no Complexo do Alemão.
“Estamos vivendo um momento de reconquista do Rio e essa parceria, entre as três esferas executivas e o judiciário é um passo fundamental para a promoção da cidadania nas comunidades pacificadas”, destacou Cabral.

Fonte: Ministério da Justiça

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Governo quer levar integração policial a todas as capitais

O governo federal pretende expandir a criação dos centros integrados de comando das polícias para todas as capitais brasileiras, segundo informações da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), subordinada ao Ministério da Justiça. O governo já havia anunciado que as 12 cidades-sede da Copa contarão com os centros até o fim de 2012.
"Eficácia na segurança pública é a integração de fato das polícias brasileiras. Por isso, teremos até 2012 centros integrados nas 12 capitais-sede da Copa. E, correndo ao mesmo tempo, sem data precisa para concluir, mas concomitantemente, para as outras 15 capitais do país, integrando todo o sistema de segurança pública brasileiro", afirmou o major Alessandro Aragon, subsecretário nacional de Segurança Pública. De acordo com Aragon, até janeiro de 2011, a previsão é de que todos os termos de referência para construção dos centros estejam assinados. Os documentos servirão para oficializar que as forças estaduais e federais trabalharão em conjunto.
O Ministério da Justiça informou que cada centro terá homens de diversas forças, a federal, com Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Agência Brasileira de Inteligência (Abin) e Forças Armadas; a estadual, com Polícia Civil e Militar; e a municipal, com guarda civil. As 12 cidades-sede da Copa, que receberão os centros até 2012, são: Rio de Janeiro (RJ), São Paulo (SP), Belo Horizonte (MG), Porto Alegre (RS), Brasília (DF), Cuiabá (MT), Curitiba (PR), Fortaleza (CE), Manaus (AM), Natal (RN), Recife (PE) e Salvador (BA), pelo convênio firmado entre União e governos estaduais, o estado arca com os custos da construção, e o governo federal equipa os órgãos.

Fonte: paraiba1

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Ações contra o crime no RJ e em outros estados, não sensibiliza aprovação da PEC 300

Depois do sucesso das operações no Rio de Janeiro contra o crime organizado, e diversas manifestações de apoio por parte de todas as polícias no país, o líder do governo irá fazer de tudo para não colocar a PEC 300, em pauta de votação nesse ano.
Segundo o deputado federal Cândido Vaccarezza (PT-SP), o governo não vai votar projetos que comprometam o próximo ano dos governos federal e estaduais. Ele citou como exemplos a PEC 300, que cria um piso salarial para os policiais, e o plano de carreira do Judiciário.
A manobra de adiamento – articulada pelo governo, para atender ao pedido de governadores, que temem o forte aumento de gastos nos estados.
Quase seis meses depois da votação da PEC 300/2008 em primeiro turno no plenário da Casa, o líder da base propôs a criação de uma comissão especial de segurança pública. A intenção é debater nessa comissão diversos projetos na área de segurança e incluir entre as matérias as propostas de emenda à Constituição que estabelecem o piso salarial de policiais civis e militares e bombeiros militares. A criação da comissão foi apresentada a representantes da categoria na noite de quarta-feira (1), durante a votação do pré-sal no plenário.
Em resposta, representantes da categoria sinalizam paralisação geral da polícia no dia 1º de janeiro, dia da posse da presidente eleita, Dilma Rousseff.

Charles Everton com algumas informações da agência câmara.

Comissão aprova oficial temporário na polícia militar

A Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado aprovou ontem o Projeto de Lei 6847/10, do deputado Leo Alcântara (PR-CE), que autoriza a criação de quadros de oficiais temporários nas polícias militares e corpos de bombeiros militares, para execução de atividades administrativas, de saúde e de defesa civil. Pelo projeto, os contratos terão duração de dois anos, prorrogáveis por dois, com isenção de encargos trabalhistas.
Foi aprovado o substitutivo do relator, deputado Paes de Lira (PTC-SP), que, entre outras mudanças, reduz de 20% para 10% o limite máximo dos oficiais temporários nas corporações. “O índice de 20% é excessivo; com 10%, mantém-se a adequada correlação entre atividade-meio e a atividade-fim, evitando uma eventual hipertrofia administrativa das forças estaduais”, diz o relator. O deputado explica que as funções administrativas, como encargo próprio de carreira, começariam nos patamares mais elevados do oficialato, quando o oficial de carreira está profissionalmente maduro.
O projeto permite o reforço da segurança pública, com a contribuição, ainda que temporária, de profissionais especializados nas atividades de apoio, propiciando a liberação dos oficiais subalternos combatentes de carreira para a atividade-fim, que é o combate ao crime.
O projeto segue, em caráter conclusivo, para as comissões de Trabalho, de Administração e Serviço Público; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Com informações da Agência Câmara e portal correio.

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Polícia do Rio encontra metralhadora antiaérea enterrada no Alemão

Uma equipe de investigadores da Delegacia de Combate às Drogas (DCOD) apreendeu uma metralhadora antiaérea, nesta quinta-feira (2), em uma casa da comunidade Coqueiral, no Conjunto de Favelas do Alemão na Zona Norte do Rio. Segundo a polícia, a arma estava enterrada no quintal do imóvel e só foi localizada depois da checagem de uma denúncia anônima. Na casa também foram apreendidas cocaína, maconha, munição calibre .50, uma balança e facões. Segundo o investigador Sidnei Araújo, a arma é capaz de provocar estragos em um veículo blindado e derrubar um helicóptero.
Ninguém foi preso no local. Depois da apreensão, os policiais permaneceram no endereço para fazer novas escavações para encontrar mais armas e drogas.

Fonte: G1.com



quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Secretaria de Segurança do RJ apura denúncias

A cúpula da Segurança do Rio investiga o envolvimento de policiais no desvio de dinheiro, drogas e armas apreendidas, além de facilitação de fuga de traficantes.
As polícias Militar e Civil, cujos contingentes somam 1.600 homens, não relataram nenhuma apreensão de dinheiro, no entanto a Polícia Federal, que atua com 300 homens, anunciou ter recolhido R$ 39.850, e o Exército, que tem 800 soldados, relatou R$106 mil, porém, que esse valor declarado pelo Exército foi registrado na delegacia da Penha como R$ 75,1 mil.
Suspeita-se que o dinheiro tenha saído das favelas em mochilas, enquanto carros foram usados para levar outros pertences.

Com informações do clickpb