quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Criança morre em escola, vítima de arma de fogo em São Paulo

Polícia investiga quem disparou tiro que matou menino dentro de escola, delegado diz que criança foi encontrada ferida e sozinha em sala de aula.

O delegado Israel Rovaroto Prezoto Júnior disse na noite desta quarta-feira (29) que a polícia ainda tenta identificar o autor do tiro que matou o estudante Miguel Ricci dos Santos, de 9 anos, dentro da Escola Adventista, em Embu, na Grande São Paulo. “O que nós sabemos é que a vítima foi encontrada na sala de aula, sozinha”, afirmou. Segundo ele, os funcionários ouvidos até o momento não presenciaram o disparo, ocorrido pouco antes do meio-dia.
A polícia descartou que o menino tenha sido atingido por uma bala perdida. “Descartamos porque a vítima apresenta uma região de esfumaçamento, o que indica tiro próximo”, disse o delegado. O menino estudava na 4ª série da escola. A polícia pretende ouvir os 37 alunos da sala. Dois deles já falaram à polícia nesta quarta-feira (29). Segundo o delegado, o menino foi atingido no horário de saída dos estudantes.
O professor de educação física Hélvio Eduardo Paiva, de 43 anos, padrinho do menino, disse que a criança foi vítima de um disparo acidental. Paiva disse que os pais, preocupados com a segurança, optaram por morar em um condomínio fechado e colocar os filhos em uma escola particular.

Fonte: Globo.com/G1

Obs.: Fatalidade ou imprudência? Os pais cada vez mais preocupados com a segurança dos filhos preferem se trancar e morar em condomínios fechados, matricular os filhos em escolas particulares e nem sempre estão seguros como pensam, por imprudência de uma escola que não verifica o que seus alunos estão levando para dentro das suas dependências ou não tendo o cuidado necessário com os alunos ao deixarem sozinhos em uma sala de aula. Esperamos que a polícia encontre logo o(s) responsável(is) por esse "acidente".

Charles Everton

Nenhum comentário:

Postar um comentário