terça-feira, 17 de agosto de 2010

Falta de quórum dificulta votações

Ainda confiante em que se atinja nesta tarde o mínimo de 257 deputados em Plenário, Marco Maia acredita na possibilidade de a Medida Provisória (MP) 487/10 ser votada hoje. “Havendo quórum, vamos convocar uma outra reunião de líderes para tentar chegar a um acordo sobre essa MP”, disse Maia, após sair da primeira tentativa de reunião de líderes desta tarde.
Seguindo o mesmo raciocínio do vice-presidente, o líder do governo na Câmara, deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP), afirmou que os parlamentares vão esperar mais uma ou duas horas para ver se haverá quórum. Só então os deputados voltarão a se reunir para definir a pauta de votações. Até agora (16h45), 165 deputados registraram presença no Plenário, mas são necessários 257.
“Se não der quórum hoje, amanhã não vai dar. Dessa forma, o esforço concentrado será improdutivo”, disse Vaccarezza.
Além da MP 487/10, a pauta inclui outras duas medidas provisórias (488/10 e 489/10) que trancam os trabalhos e a proposta de mudança na Constituição que institui um piso salarial para os policiais e bombeiros nos estados (PECs 300/08 e 446/09).


Fonte: Câmara dos Deputados

Nenhum comentário:

Postar um comentário